Produtividade é a única coisa que interessa

Alguns conceitos administrativos são muito disseminados, mas nem sempre compreendidos.

Eficiência, eficácia, produtividade…

Ser eficiente é fazer bom uso dos recursos disponíveis. A eficiência é aferida pelo resultado entregue, comparado aos recursos empregados na busca deste resultado. Recursos como tempo e matéria-prima, por exemplo.

Você se torna mais eficiente à medida que amplia seu conhecimento. Quanto mais ferramentas você domina, maiores as chances de entrega de um resultado efetivo.

Eficácia é atingir o objetivo pretendido. Eficácia é resultado.

Mas, obviamente, posso ser eficaz com baixa eficiência. Posso entregar o resultado prometido desperdiçando recursos escassos.

Um recurso pouco considerado é o que eu vou chamar de “banco de favores”. Muitos profissionais consumem seu estoque de favores para atingir um resultado. Um bom networking lhe ajuda a ser eficiente. É notório como bons relacionamentos podem encurtar distâncias. Porém, muitos só lembram de conservar bons relacionamentos quando precisam de favores. Relacionamentos devem ser cultivados sempre. Também procure sempre estar com crédito ao invés de débito em seu banco de favores.

A produtividade é a relação da produção com os fatores de produção. Produtos produzidos (sejam eles serviços ou bens físicos) dividido pelas máquinas, materiais-prima e recursos humanos empregados.

O brasileiro trabalha muito, mas é pouco produtivo.

A produtividade aumenta com a educação. Somente a educação é capaz de aumentar a produtividade do trabalho.

A produtividade de um americano é, em média, 5 vezes maior que a do brasileiro. Isto significa dizer que o trabalhador brasileiro precisa trabalhar de segunda à sexta-feira para entregar o mesmo resultado que um trabalhador americano entrega apenas trabalhando na segunda-feira.

Muito se fala da corrupção dos políticos e gestores públicos brasileiros. Sim, a corrupção é um mal a ser extirpado. Mas nossa atenção deveria estar na administração com efetividade e na busca de mais produtividade. É muito mais fácil para o corrupto roubar quando os recursos não são controlados, quando a gestão é ineficiente.

O Brasil precisa investir em educação, assim melhorará sua eficiência e produtividade, como consequência a corrupção diminuirá, pois se tornará muito mais difícil ser um corrupto eficiente quando a administração dos recursos for realizada com eficiência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *